fbpx

O acesso remoto através do VNC é uma demanda técnica bastante corriqueira nas empresas hoje em dia. Estamos na Era Digital e precisamos adaptar nossos modelos de negócios às inovações tecnológicas do mercado. Entender um pouco mais sobre Segurança da Informação e RMM (Remote Monitoring and Management) pode evitar muitos problemas futuros e ainda melhorar a rentabilidade das suas estratégias de longo prazo.

Servidores hospedados em data centers oferecem estrutura para que os negócios se mantenham em funcionamento constante. A utilização remota de aplicativos já é uma realidade que permite o melhor aproveitamento das estações de trabalho da sua empresa. Contar com a ajuda de especialistas é uma forma de não onerar o seu pessoal com demandas técnicas e ainda direcionar seus esforços para os projetos mais prioritários.

Ficou interessado no assunto? Então, aprenda mais sobre acesso remoto através do VNC e entenda sobre os seus riscos nos servidores!

O que é a tecnologia VNC?

Trata-se da sigla para Virtual Network Computing e consiste em um sistema para compartilhamento gráfico de desktops por meio do protocolo de internet Remote Frame Buffer (RFB). A ideia é conseguir controlar remotamente outros computadores. Isso permite acessar as estações de trabalho separadas fisicamente sem precisar deslocar os seus técnicos para o local do problema. Para tanto, são utilizados dois componentes: o VNC Viewer e o VNC Server.

A interação entre os computadores cliente e servidor pode ocorrer mesmo entre sistemas operacionais diferentes. Por exemplo, você pode acessar remotamente uma estação com o Windows instalado por meio do seu computador com Linux. Toda essa comunicação usa algoritmos de encriptação de dados.

Como ocorre o acesso remoto através do VNC?

O VNC Server é o programa que compartilha a tela do computador e viabiliza os acessos aos computadores dos clientes (VNC Viewers) por meio do protocolo RFB para as trocas de mensagens. Com isso, as estações de trabalho compartilham pixels para a visualização das telas. Vale lembrar que esse serviço pode consumir uma quantidade considerável da largura de banda e requer configurações adicionais de segurança nos roteadores, proxies e firewalls.

Trata-se de uma comunicação que pode ocorrer tanto na rede local quanto pela internet. O servidor VNC compartilha as informações de uma estação de trabalho e os computadores clientes as acessam. Diante disso, percebe-se a importância de um suporte técnico de TI para superar esses desafios no cotidiano da sua empresa. Conheça agora os riscos do acesso remoto através do VNC.

Descentralização

Este é um dos maiores riscos do acesso remoto via VNC. Não existe um processo padronizado para organizar, gerenciar e centralizar esses serviços. Com isso, os controles preventivos de segurança da informação ficam bem limitados e pontuais. Entender o gerenciamento remoto de TI pode ajudar a evitar esses problemas.

Hardening

Trata-se do endurecimento do dispositivo VNC. Caso as conexões entre cliente e servidor não estejam configuradas adequadamente, pode-se abrir brechas para vazamento de informações sigilosas. Isso ocorre porque os VNC Viewers podem trabalhar como se fossem um VNC Server para escutar as portas com pedidos de conexões remotas.

Logs não registrados

Muitos aplicativos de VNC não gravam informações de acesso nos registros de log dos sistemas operacionais. Assim, torna-se mais difícil identificar a autoria de eventuais acessos remotos indevidos ou não autorizados. Essa situação reforça a importância de conhecer um pouco mais sobre Serviços Gerenciados de TI.

Enfim, essas são as principais informações que você precisa saber sobre acesso remoto através do VNC. Gostou do artigo? Então, siga o perfil da ADDEE no Facebook e fique por dentro das novidades!

Rodrigo Gazola
Autor

Com muitos anos de experiencia em TI, trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana, dá aula sobre excelência em workaholic. Apesar de ser especialista em MSP, adora quando o assunto é backup. Rodrigo esbanja bom humor (diz a lenda que seu segredo é cerveja, churrasco e Rock'N'Roll) e é o mais ativo daqui, já até pensou em rodar o mundo em cima da sua bike.

Escreva um comentário

Share This