fbpx
Categoria

Gestão, Vendas e Marketing

Categoria

Conheça os 4  principais indicadores de produtividade e como acompanhá-los

Os indicadores de produtividade têm influência direta nos resultados e na qualidade dos serviços da sua empresa. O acompanhamento desses números pode evitar retrabalhos, esforços desnecessários e investimentos com baixo retorno. Esse é um direcionador das ações e dos projetos executados pelos seus times. Diante disso, é importante alinhar essas métricas com os objetivos corporativos por meio da governança e gestão de TI. Gerar produtos e serviços com eficiência, sem perda da qualidade, é um verdadeiro desafio. Isso reforça a relevância de contar com processos bem definidos e condizentes com as metas do seu negócio. A gestão de riscos pode ser uma aliada nessa demanda. Ficou interessado no assunto? Então, conheça agora os 4 principais indicadores de produtividade e aprenda a acompanhá-los. Boa leitura! O que são indicadores de produtividade? O termo indicadores de produtividade é uma tradução para KPIs (Key Performance Indicator). Trata-se de indicativos numéricos do desempenho de…

Parceiros da ADDEE recebem premiação no Empower MSP nos EUA

Entre os dias 4 e 5 de setembro ocorreu em Atlanta, nos Estados Unidos, a edição de 2019 do Empower MSP, realizada pela SolarWinds MSP. O destaque deste ano ficou para a delegação brasileira, a maior dos últimos anos, com 3 empresas premiadas. O evento contou com mais de 20 horas de conteúdo educacional, que vão desde conceitos técnicos até o marketing aplicado ao dia a dia dos MSPs. Neste post, vamos conhecer um pouco mais sobre as 3 empresas parceiras da ADDEE que foram premiadas nesse evento, saber um pouco mais sobre as impressões de seus representantes e como foi receber esse reconhecimento internacional. Para isso, entrevistamos Cristiano Fermo, CEO e fundador da CLS Informática; Giovani Espírito Santo, CEO e fundador da KCS Soluções; e Nelson Corrêa Leite Jr., CEO e fundador da Ravel Tecnologia. Confira! Quais foram os indicados e vencedores de cada categoria? Veja, abaixo, quais foram…

Guia completo para a redução de custos operacionais em TI

Um dos grandes desafios dos gestores de TI é alinhar os custos do setor ao orçamento da empresa, ou seja, produzir mais sem se tornar mais custoso. Em geral, a área de tecnologia da informação opera com um orçamento mais enxuto, principalmente em empresas que não têm a TI como núcleo do negócio. Com a transformação digital isso tem mudado, pois o setor passou a ter um papel mais estratégico dentro da empresa. Com isso, a redução de custos operacionais em TI agora foca na otimização e na produtividade. Nesse cenário, não há mais o corte de orçamento puro e simples, mas uma necessidade de ganhar desempenho utilizando as melhores ferramentas que a tecnologia oferece e que evoluem a cada ano. Uma simples modificação, como a adoção de um software como serviço ou a virtualização do banco de dados, pode significar uma redução drástica de custos e proporcionar vantagens como…

3 dicas essenciais de como escalar seu negócio

O objetivo final de uma empresa está no seu crescimento, uma régua pela qual se mede o alcance e impacto de seus serviços. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo compilando as melhores dicas para aqueles que desejam, mas ainda não sabem como escalar seu negócio. Aqui, você aprenderá o significado e a importância da escalabilidade para o sucesso de um empreendimento, conhecendo três orientações práticas e indispensáveis no preparo da sua empresa aos desafios dessa jornada. Acompanhe! O que é um negócio escalável? A escalabilidade é um conceito administrativo usado para identificar as oportunidades de que um negócio aumente o faturamento, sem que precise alavancar seus custos operacionais em igual medida. Ou seja: a arte de fazer mais, com menos! Então, podemos resumir que um empreendimento escalável é aquele que consegue aumentar sua produtividade, alcance e receita sem aumentar os gastos. Na maioria dos casos, a escalabilidade é atingida por conta…

[case de sucesso] Confira como a SLTECH se tornou mais eficiente em apenas um ano

A SLTECH é uma empresa que começou suas operações no mundo da TI com a venda de equipamentos e computadores. A partir de 2008, ao perceber um aumento na demanda, mudou o foco para a prestação de serviços, mais especificamente no suporte e gestão de TI. A empresa atua como consultora em situações variadas, como a orientação em relação às mudanças e atualizações tecnológicas, entregando um serviço que vai além da parte técnica e agregando valor para os seus clientes. Essa mudança nos processos internos requer a adoção de ferramentas especializadas. Se o ponto de virada de 2008 mudou o patamar da empresa em relação aos serviços prestados, em 2017 a SLTECH resolveu dar outro salto, adotando o uso do SolarWinds RMM. Essa mudança permitiu à empresa a ampliação de sua área da atuação, passando a atingir clientes fora do estado de São Paulo e aumentando consideravelmente os ativos que…

Gestão de riscos: como minimizar o risco de violação de dados

O número de ataques cibernéticos tem aumentado nos últimos anos, levando as empresas a investirem cada vez mais em segurança da informação e gestão de riscos em busca de minimizar ao máximo a porta de entrada. Dentro desse contexto, os prestadores de serviços de TI estão cada vez mais preocupados sobre como fornecer serviços de qualidade ao mesmo tempo em que protegem os dados sensíveis de seus clientes. Por conta disso, a busca tem aumentado por ferramentas inteligentes que permitam não apenas monitorar e trabalhar de forma remota, como também a demanda por soluções em gestão de riscos. Ficou interessado pelo tema? Acompanhe a seguir! A importância do controle de violação de dados e gestão de riscos De acordo com um relatório emitido pela Symantec, empresa de segurança da informação, o Brasil é o terceiro país no mundo a mais sofrer com tentativas de invasão, sendo que muitas delas obtêm…

Guia completo de transição de modelo de negócio

O setor de suporte de TI está passando por uma transição no modelo de negócio, saindo do antigo padrão reativo e migrando para o modelo de serviços gerenciados. Com a transformação digital e aumento vertiginoso das infraestruturas de TI das empresas, o modelo break-fix — quebra/conserta — não supre mais a demanda dos clientes, que dependem da disponibilidade de sua infraestrutura de TI para as empresas não parem. Apesar da mudança de um padrão reativo para o proativo se mostrar cada vez mais necessária, essa transição nem sempre é das mais simples, pois necessita de um alinhamento entre gestor e equipe e adoção de uma ferramenta de gestão, que permita o gerenciamento remoto, automação e análises de métricas. Sabendo desse desafio, fizemos este guia completo de transição de modelo de negócios, com as informações que você necessita para fazer uma mudança de padrão de forma mais embasada. Confira! Por que…