Dentre as diversas ameaças circulando na rede atualmente, os riscos com ransomware são alguns dos problemas mais prejudiciais para as empresas e, com isso, os prestadores de serviços de TI devem estar sempre atentos para evitar que seus clientes acabem vítimas desses ataques.

Esse tipo de malware, além de muito prejudicial a empresa que teve suas máquinas infectadas, ainda pode levar a muitos prejuízos pelas dificuldades em recuperar os dados bloqueados.

Sendo assim, reunimos algumas dicas muito importantes neste post para que você possa melhorar a proteção de seus clientes contra os ransomware e, dessa forma, evitar que suas máquinas sejam infectadas. Acompanhe a leitura!

O ransomware

Existem, hoje, diversos tipos de malwares com as mais diferentes maneiras de agir ou objetivos. Com a evolução da tecnologia, também surgiram muitas formas de ataques desenvolvidas por cibercriminosos, sendo uma delas o ransomware.

Esse código malicioso tem como principal objetivo realizar o sequestro da máquina infectada, liberando os dados apenas quando o usuário realizar o pagamento de um resgate, porém, sem nenhum tipo de garantia de que isso realmente vá ocorrer.

Isso ocorre por meio de criptografia, na qual o vírus encripta tudo o que há em dados dentro da máquina e torna impossível o seu acesso ou utilização, obrigando o usuário a realizar o pagamento, que normalmente é pedido em Bitcoins, moeda virtual e sem possibilidade de rastreamento de transações.

Os riscos com ransomware

Alguns ransomware podem ser altamente prejudiciais, não apenas bloqueando uma determinada máquina, mas também se espalhando pela rede interna da empresa e infectando o máximo possível de outros equipamentos, o que leva a necessidade de uma resposta rápida.

Vimos nos últimos tempos dois grandes ataques que foram capazes de se espalhar por todo o globo e prejudicar milhares de empresas, organizações e usuários comuns. O primeiro deles foi o WannaCry e o segundo o Bad Rabbit.

Ambos os vírus se valiam de falta de atualização de determinados softwares para adentrar as máquinas das vítimas, assim, seu alcance pelo mundo nos demonstrou que muitas empresas não estão dando a devida atenção à segurança da informação.

Contudo, os ransomwares não apenas bloqueiam o acesso aos dados e impedem a sua utilização, eles também, na maioria das vezes, contam com um cronometro que indica que, se o pagamento não for realizado em determinado tempo, todas as informações serão destruídas.

As 5 melhores dicas para evitar a infecção com ransomware

Um prestador de serviços de TI deve agir sempre visando a proteção de seus clientes para evitar que seus dados sejam atingidos e isso acabe prejudicando a relação entre as empresas, o que eventualmente levaria ao fim do acordo. Manter o cliente a salvo é sempre fundamental. Vamos listar a seguir algumas das principais dicas para ajudar você nisso. Confira!

1. Investir em um bom firewall

O firewall é um dos principais softwares de segurança que existem e a primeira barreira que tem de ser vencida pelos malwares na hora de realizar a infecção de uma máquina de sua rede.

Investir em uma boa solução, que é atualizada constantemente para evitar que as novas ameaças passem por seus filtros, é o primeiro passo para melhorar a proteção de seus clientes e evitar que suas máquinas acabem sendo infectadas.

2. Prestar serviços gerenciados

O modelo de break-fix, comumente utilizado pelos prestadores de serviços de TI, já não é mais suficiente para garantir a segurança da informação, principalmente em casos de ataques de ransomware.

De nada adiantará que seus técnicos sejam acionados pelo cliente para atender a um chamado in loco após a infecção de uma máquina, pois, nesse momento, os dados já estarão criptografados e não haverá o que fazer além de pagar o resgate ou simplesmente perder as informações.

Já quando você opta por se tornar um prestador de serviços gerenciados de TI, um MSP, sua equipe estará monitorando todas as máquinas de seu cliente remotamente e, mesmo que não seja capaz de evitar que uma máquina seja infectada, é possível cortar a distribuição do vírus na rede e isolar o equipamento de forma remota.

E-book gratuito

3. Criar políticas de segurança

Um dos principais riscos à segurança de uma empresa são os seus usuários. Dentre as vulnerabilidades utilizadas pelos ransomwares e outros malwares para se instalar, a falta de bom senso ou treinamento dos usuários é uma das principais.

Seja clicando em click-baits, por meio de técnicas de phishing ou até mesmo com engenharia social, os cibercriminosos conseguem muitas vezes que a própria vítima instale o malware em sua máquina.

Por conta disso, não basta apenas prestar um bom serviço para a proteção do cliente, é preciso também criar políticas de segurança que impeçam que os usuários acabem tomando atitudes imprudentes, como abrir e-mails suspeitos, navegar por sites estranhos e utilizar senhas muito fáceis.

4. Realizar um monitoramento constante

Outro ponto essencial para que seu cliente esteja seguro dos riscos com ransomware é a realização de um monitoramento constante de suas máquinas e ações, o que pode ser feito por meio de um software de MSP.

Com um sistema, como o SolarWinds, é possível acompanhar todas as máquinas do cliente e verificar vários pontos de segurança, como a atualização de softwares e dados de firewall e antivírus, garantindo assim a proteção do seu contratante.

5. Utilizar uma rotina de backups gerenciados

É claro que mesmo utilizando todas as técnicas de segurança da informação existentes e investindo em prestar serviços gerenciados, é possível que seu cliente acabe sendo alvo de um ransomware, afinal, existem milhares de hackers trabalhando noite e dia em busca de uma brecha.

Por conta disso, a rotina de backup gerenciado se torna valiosa e extremamente fundamental para evitar que seu cliente tenha suas operações interrompidas. Por meio de cópias de segurança, é possível formatar a máquina e recuperar os dados sem a necessidade do pagamento de um resgate ao criminoso.

Com o uso de um software de MSP é possível controlar de forma remota toda a rotina de backup, sem a necessidade que sua equipe esteja in loco para realizar as cópias, facilitando o trabalho e garantindo a proteção de todos os seus clientes.

Os riscos com ransomware são cada vez maiores, uma vez que a prática tem se mostrado lucrativa para os atacantes e, com isso, chamando a atenção de cada vez mais hackers. Proteger seus clientes é fundamental para a imagem de sua empresa e garantia da manutenção de seus acordos.

E por falar em salvaguardas contra riscos, temos um post completo sobre segurança da informação. Leia agora mesmo e descubra como ela vai agregar valor para sua empresa!.


Luís Montanari
Autor

Graduado em Comunicação Social, o líder dos times de vendas e marketing da ADDEE SolarWinds MSP é pai de duas lindas meninas e apaixonado por política, tecnologia, cerveja e também pelas singularidades das pessoas. Seu maior objetivo profissional é transformar empresas de suporte em verdadeiros MSPs!

Escreva um comentário

Share This