fbpx

Entender um pouco mais sobre o estouro de buffer pode evitar muitos problemas técnicos nos computadores, redes de dados e dispositivos da sua empresa. Uma boa gestão de riscos é aquela que consegue identificar brechas ainda no início para evitar incidentes futuros. A segurança de dados é uma demanda comum para qualquer modelo de negócios e precisa de atenção especial do suporte técnico de TI.

Ataques de buffer overflow podem causar danos bem críticos nas operações da sua empresa. Por isso, contar com a ajuda de especialistas é essencial. Investir em segurança da informação também é uma opção interessante. Ficou interessado no assunto? Então, confira agora mais detalhes sobre o funcionamento do estouro de buffer. Boa leitura!

O que é estouro de buffer?

Trata-se da tradução do termo buffer overflow e consiste em um transbordamento de dados. Esse problema ocorre quando um aplicativo excede o uso de memória reservada pelo sistema operacional. Com isso, esse programa começa a escrever informações nos setores de memória contíguos. Por meio dessas brechas, os cibercriminosos consegue executar códigos maliciosos nos computadores e dispositivos da rede.

Buffer é uma variável array ou vetor que representa um local da memória. Ao inserir dados além da capacidade do espaço de memória, as informações extras sobrescrevem as memórias depois dos buffers. Com isso, são geradas informações inconsistentes e corrompidas e os computadores da rede ficam mais expostos às vulnerabilidades. Assim, é importante acionar o suporte de TI sempre que houver suspeitas de problemas desse tipo.

Quais são os riscos de segurança de um estouro de buffer?

Os estouros de memória dão margem para os atacantes controlarem o computador da vítima ou realizar ataques de negação de serviço, o famoso DoS (Denial of Service). Com isso, prejudica-se o funcionamento de toda a arquitetura de TI da empresa. Os incidentes de buffer overflow deixam os códigos de programação inseguros e não confiáveis.

As instruções e dados dos aplicativos em execução ficam armazenadas em espaços temporários, chamados pilhas ou stacks. Os atacantes com conhecimento sobre processadores e ponteiros conseguem se aproveitar dessas falhas e sobrescrever as informações dos endereços de memória. Assim, conseguem acessar os interpretadores de comandos (shellcodes) e controlar todo o sistema operacional do dispositivo invadido.

Como evitar problemas de estouro de buffer?

Nesse caso, é interessante que as equipes tenham bons conhecimentos em programação. Os compiladores dos ambientes de desenvolvimento de softwares emitem alertas quando os códigos-fontes estão mais vulneráveis e com brechas de segurança. É importante que os programadores realizem periodicamente revisões dos códigos dos aplicativos.

O pessoal do suporte de TI deve manter as configurações dos computadores sempre atualizadas. Analisar o tráfego da rede para detectar padrões incomuns também é interessante. Para tanto, é preciso conhecer mais sobre NetPath e RMM (Remote Monitoring and Management).

Enfim, essas são as principais informações sobre o problema do estouro de buffer. Você pode perceber que é uma demanda complexa, que requer o apoio da Central de Serviços de TI. Os relatórios de TI também podem gerar dados relevantes sobre possíveis anomalias na sua rede. Por isso, contar com a ajuda de especialistas é tão importante.

Agora você já conhece um pouco mais sobre os incidentes de estouro de buffer, o seu funcionamento e os riscos para a infra da sua empresa. Gostou do artigo? Então, assine a nossa newsletter agora mesmo e fique por dentro das melhores novidades sobre gerenciamento remoto de redes e backup online gerenciado.

Rodrigo Gazola
Autor

Com muitos anos de experiencia em TI, trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana, dá aula sobre excelência em workaholic. Apesar de ser especialista em MSP, adora quando o assunto é backup. Rodrigo esbanja bom humor (diz a lenda que seu segredo é cerveja, churrasco e Rock'N'Roll) e é o mais ativo daqui, já até pensou em rodar o mundo em cima da sua bike.

Escreva um comentário

Share This