fbpx

Com o alto investimento em Data Center no Brasil, a SolarWinds MSP passou a olhar para o país e para a América Latina de maneira diferente. O que muda para os clientes, com a inclusão do Data Center no Brasil, em primeiro lugar, é a questão de compliance. A empresa consegue atender hoje todos os requisitos relacionados aos dados estarem dentro do território nacional.

Em segundo lugar vem a agilidade. Por melhor que seja a tecnologia, é mais rápido transferir dados de um backup para um local mais próximo. Se antes a empresa estava transferindo dados para os Estados Unidos, agora transfere diretamente para São Paulo, entregando para os clientes um grande benefício de tempo. Esse é o objetivo: fazer o armazenamento de dados no Brasil.

Neste post, vamos entender melhor o que é um Data Center e sua importância. Confira!

O que é um Data Center?

A tradução em português de data center, que é centro de dados, explica bem o que é esse local. É nele que são armazenados dispositivos que permitem uma alta capacidade de processamento e armazenamento de dados. Dependendo do tamanho, o data center pode chegar a ter milhares de servidores, banco de dados, componentes, roteadores e switches.

Os Data Centers podem ser privados, ou seja, com acesso limitado aos proprietários, ou público, quando os provedores de serviço em nuvem vendem recursos computacionais, softwares ou plataforma por demanda para empresas ou pessoas físicas.

O que os dois modelos têm em comum é o fato de serem projetados para funcionar de forma ininterrupta, para garantir aos seus usuários acesso irrestrito ao sistema e disponibilidade total.

Por isso, o local onde o data center é instalado deve ser planejado, contando com uma estrutura que garanta o funcionamento dos dispositivos e a segurança tanto física quanto em relação ao sistema. Além de possíveis invasões, o local escolhido deve estar longe de áreas sujeitas a desastres naturais, como inundações e furacões.

Quais são os componentes básicos que formam um data center?

Já sabemos que um data center deve estar localizado em uma área que ofereça estrutura e segurança, mas para a montagem de um bom centro de dados são necessários alguns componentes básicos.

Servidores

Os servidores são os computadores de alto desempenho que dão corpo ao Data Center, são máquinas projetadas para receberem um alto índice de requisições. Enquanto os computadores pessoais são desenvolvidos para multitarefas, os servidores são projetados para atividades específicas. O servidor deve ter componentes robustos para aguentar as jornadas intermitentes, mantendo a estabilidade de desempenho.

Energia

Uma boa estrutura de energia elétrica é primordial para um data center, pois o local precisa ter uma rede estável que não apresente quedas. Como falamos mais acima, o Data Center precisa funcionar de forma ininterrupta e, para isso, será necessária uma fonte constante de energia.

Além da rede externa ser confiável, o data center deve contar com recursos de emergência, como no-brakes e geradores, reduzindo consideravelmente a margem de erro.

Refrigeração

Se o nosso computador pessoal já esquenta a um nível que, se não tiver um bom cooler e ventilação entrará em pane, imagina um servidor de alto desempenho que recebe múltiplas requisições simultâneas.

Agora imagine vários computadores de alto desempenho no mesmo local, trabalhando a pleno vapor. Se a refrigeração do ambiente não for boa, os computadores não aguentarão o tranco e haverá a possibilidade de panes e até de incêndios.

Boa parte do orçamento de um data center vai para o consumo de energia elétrica que o sistema de refrigeração gasta. Não a toa, para reduzir custos, as grandes empresas, como o Facebook, Google, Amazon entre outras, estão optando pela solução conhecida como “free cooling” — instalando os seus data centers em países mais frios.

Entre os mais procurados estão os países da região da Escandinávia, como Finlândia, Noruega, Suécia, Dinamarca e Islândia.

Sistema de Telecomunicações

Os data centers não ficam ilhados, eles servem pessoas de vários lugares e, por isso, precisam de um bom sistema de telecomunicações para fazer essa conexão.

Para que os dados fluam de forma limpa é importante que a região em que a estrutura seja instalada apresente uma boa infraestrutura de comunicação, afinal, assim como a energia elétrica, o sistema de telecomunicações deve funcionar de forma ininterrupta, garantido a disponibilidade dos servidores. Atualmente, a melhor tecnologia para garantir um sinal de qualidade em longas distâncias é a fibra óptica.

Segurança

Quando relacionamos segurança a TI, as primeiras coisas que vêm à nossa cabeça são os crackers, invasões, ataques, vírus, malwares e coisas desse tipo. Mas em relação aos Data Centers, a preocupação precisa ser um pouco mais profunda, pois estamos falando de um local amplo, com dados sigilosos de pessoas e empresas e equipamentos de última geração. Por isso, a segurança física deve ser levada em consideração em um data center.

O controle de acesso ao prédio deve ser bem rígido, quanto menos pessoas tiverem acesso aos servidores, melhor ficará para a equipe de segurança realizar rastreamentos em caso de problemas de segurança. Além disso, deve-se ter atenção a eventos naturais, como enchentes, furacões e outros que possam interromper o serviço.

Quais são os benefícios do Data Center no Brasil?

Primeiro em relação a compliance, pois, ao operar no Brasil, a empresa, independentemente de onde esteja a sua sede, deve atender aos requisitos legais e jurídicos para as empresas obrigatoriamente terem os dados no país. Em segundo vem a performance, já que é muito mais rápido salvar os dados no Brasil do que fora do país.

O Data Center no Brasil segue todas as certificações de todos os Data Centers do mundo, mantendo o mesmo nível de segurança. O fato dele estar no Brasil não oferece vantagem em termos de segurança em estrutura. A vantagem é legal e jurídica, pelos dados estarem armazenados dentro do território nacional, sendo que existem vários casos em que isso é uma obrigação.

Como a SolarWinds MSP está expandindo a sua atuação?

A SolarWinds MSP atualmente está presente em 30 Data Centers ao redor do mundo. Então, a possibilidade de escolher em qual Data Center você colocará seus dados é um diferencial competitivo muito grande.

No Brasil, esse investimento traz uma grande melhoria na performance e na possibilidade de atender requisitos legais. Estando o Data Center no Brasil, ele atende todos os requisitos de segurança, performance e estabilidade, como qualquer outro dos 30 ao redor do mundo. Hoje, o usuário pode escolher em qual desses 30 ele pode armazenar esses dados.

O Data Center da SolarWinds no Brasil só reforça a ideia da empresa em se aproximar de vez dos seus clientes, entregando o melhor desempenho e se adaptando à realidade jurídica local. Além disso, esses investimentos reforçam o crescimento da empresa e o impacto que as suas ferramentas estão tendo na vida de vários MSPs mundo afora.

Gostou do post? Quer saber como ter a plataforma SolarWinds a favor de sua empresa? Então, entre em contato conosco e faça um teste gratuito de 30 dias na plataforma.

Rodrigo Gazola
Autor

Com muitos anos de experiencia em TI, trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana, dá aula sobre excelência em workaholic. Apesar de ser especialista em MSP, adora quando o assunto é backup. Rodrigo esbanja bom humor (diz a lenda que seu segredo é cerveja, churrasco e Rock'N'Roll) e é o mais ativo daqui, já até pensou em rodar o mundo em cima da sua bike.

Escreva um comentário

Share This