fbpx

Assim como ocorre com todo empreendimento, quem quer abrir uma empresa de TI ou fazer uma expansão também precisa ter um modelo de plano de negócio. Ele vai ajudar a verificar se o negócio é viável, além de servir como guia para alcançar os objetivos propostos.

Para as empresas de tecnologia, que costumam ter um alto grau de complexidade, essa preparação é ainda mais importante, pois ajuda a reduzir riscos e incertezas.

Neste post, vamos mostrar um passo a passo como preparar um plano de negócio eficiente. Acompanhe!

Faça uma análise de mercado

Essa é uma das etapas mais importantes de qualquer plano de negócio. É ela que vai situar você na realidade, mostrando quem são os potenciais clientes, o que eles querem, como é a concorrência e quais são os possíveis fornecedores com os quais você vai ter de contar, entre outras informações.

É importante dar especial atenção à análise dos clientes, fazendo uma segmentação detalhada, observando se vão ser pessoas físicas ou jurídicas, as características pessoais deles (idade, gênero, escolaridade, estado civil), onde estão localizados, quais são os canais que utilizam para compra e quais são as necessidades deles que você pode satisfazer.

Defina o posicionamento do seu produto ou serviço

Agora é a hora de definir o posicionamento do produto ou serviço que você vai vender. É importante saber, por exemplo, se vai ser um produto premium, de alta qualidade, ou com boa relação custo-benefício.

Com o seu público-alvo em mente, pense nos 4 “Ps” do marketing: preço, produto, praça (ou ponto de venda) e promoção, no sentido de tipo de divulgação.

Esse é o mix de marketing e a resposta para cada um desses itens vai ajudar a fechar o posicionamento: o que você vai vender, por quanto, onde (ou por qual canal) e como vai divulgar isso.

Elabore o plano operacional e financeiro

Esse é o momento de detalhar como as ideias vão sair do papel. O plano financeiro serve para projetar quanto será preciso investir para tornar a empresa realidade e deve trazer estimativas de:

  • custos iniciais;
  • despesas e receitas;
  • capital de giro;
  • fluxo de caixa.

Lembre-se de levar em consideração os custos pré-operacionais, listando todos os gastos necessários para que a empresa seja aberta, como taxas, aluguel e reforma do imóvel.

Apresente um cronograma realista de implantação

Aqui é a hora de materializar como será a implantação do seu plano, mostrando quais são as etapas a serem seguidas e quais são as entregas esperadas em cada uma delas. Poucas coisas irritam mais um cliente, mesmo que seja o cliente interno, do que atrasos sucessivos, por isso tente ser o mais realista possível nessa etapa.

Mostre em que ponto a empresa poderá começar a usufruir dos benefícios esperados, onde pode haver gargalos, quais os custos de cada etapa, o que é preciso para completá-las e quais são os riscos e as oportunidades que o projeto apresenta.

Elabore um sumário executivo

O sumário executivo, na verdade, vai ser o primeiro item do seu plano de negócios, mas o último que você vai fazer, porque precisa das informações do plano para colocar nele.

Trata-se de um resumo das informações mais importantes do seu plano de negócio. Nele você deve descrever seu empreendimento e qual o diferencial dele no mercado, qual a missão do negócio, o perfil do time, quais são os produtos e serviços que serão oferecidos e os principais benefícios que eles proporcionam e qual será o investimento necessário para a realização.

Vimos que o profissional de TI também precisa saber elaborar um modelo de plano de negócio para construir um empreendimento de sucesso.

Gostou do artigo? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e receber mais conteúdos como este diretamente na sua caixa de e-mail!

Paula Porto
Autor

Escreva um comentário

Share This