Tag

SOLARWINDS RMM

Browsing

Como melhorar o fluxo de trabalho da sua empresa de TI?

Os processos, a comunicação e o tratamento de informações que envolvem uma prestação de serviço, juntos e sistematizados podem ser considerados como um fluxo de trabalho do negócio. Misturando etapas manuais e automatizas, podem minimizar falhas, agilizar processos e até mesmo permitir que a empresa atue em modo preventivo. Trocando em miúdos, garante que problemas sejam evitados ou detectados com antecedência suficiente para que a solução proposta seja a mais adequada e com menor impacto possível para o cliente. Isso, na visão dos clientes de uma empresa de TI, significa sucesso. Está em busca de diminuir seus custos, aumentar a satisfação dos usuários e sua fatia no mercado com excelentes resultados? Então, continue a leitura. Mapeie todos os processos da empresa de TI Não importa a maturidade da empresa, para saber como melhorar seus serviços o passo inicial é mapear o funcionamento dos processos internos, identificando os profissionais que precisam ser envolvidos, gargalos e fatores que travam o…

Saiba como o business intelligence pode auxiliar na gestão de TI!

O Business Intelligence (BI) não está tão distante da gestão de TI como se imagina. Na verdade, nos dias de hoje, suas contribuições estão espalhadas por todo o negócio. E isso é ótimo. Afinal de contas, o BI é constituído por um conjunto de estratégias e soluções de análise dos dados coletados na empresa. Ou seja: é capaz de produzir informações determinantes para a leitura do negócio, com a elaboração de melhores processos e serviços. Essas são apenas algumas das contribuições do Business Intelligence para o negócio e, especificamente, a gestão de TI. Neste post explicamos em detalhe as principais delas. Acompanhe. Organizando os dados da empresa Os dados gerados em um negócio podem ser considerados estruturados ou não estruturados. Os primeiros estão em formatos reconhecidos, como números e relatórios de um sistema, ou conteúdos escritos como e-mails. Nesses casos, destinatário, remetente, horário do envio e outros dados são coletados e organizados pelo BI se forem considerados relevantes.…

Software open source, livre, proprietário ou RMM: qual é o melhor?

Todo profissional que trabalha com tecnologia da informação já se deparou com os seguintes termos: software livre, software open source, software proprietário e RMM. Apesar de fazerem parte de um linguajar técnico, muita gente do ramo encontra dificuldades na hora de diferenciá-los. Os softwares livres e o open source são os que causam a maior confusão, já que ambos disponibilizam os seus códigos-fonte e podem ser modificados e adaptados, o que não significa que sejam gratuitos. Já os softwares proprietários, por serem propriedades intelectuais e protegidos por lei, são relacionados a produtos pagos, o que também não é uma regra. Para que você possa tirar as suas dúvidas e entender as diferenças de uma vez por todas é que criamos esse post. Nele, você entenderá as diferenças entre esses modelos de licenciamentos de softwares. Confira! O que é software open source? Como o próprio nome sugere, um software open source, de código…

VCIO: Por que apostar numa diretoria terceirizada de TI?

É quase impossível gerir uma empresa hoje em dia, independentemente do porte, sem uma boa infraestrutura de TI. Com tantas novidades e termos tecnológicos que surgem a cada dia, se a empresa não se mantiver constantemente atualizada corre o risco de ficar para trás e perder mercado. Para suprir essa demanda por inovação sem perder o foco do núcleo de seus negócios, muitos empresários estão optando por terceirizar a gestão de TI, com os vCIOs, apostando em empresas que têm experiência e referências para fazer as melhores escolhas, de forma estratégica. Durante muito tempo foi um grande tabu essa questão da terceirização, pois algumas empresas tratavam a área de TI como um setor que deveria apenas manter a empresa funcionando, e não como um dos braços que colaboram com o sucesso da corporação. Neste texto, você entenderá de uma vez por todas os benefícios de apostar numa diretoria de TI terceirizada. Confira! O…

Tomada de decisão: saiba porque baseá-la em dados na sua empresa

Realizar uma tomada de decisão às escuras, sem informação para apoiar suas escolhas, pode ser algo difícil e que leva sua empresa a muitos problemas e, até mesmo, a prejuízos. Cada vez mais, os gestores estão percebendo a importância de contar com dados relevantes acerca de seu negócio para tomar as melhores decisões possíveis e minimizar os riscos. É preciso coletar e registrar todas as informações para que se possa gerar relatórios completos que subsidiem suas escolhas e garantam a eficiência na prestação de serviços gerenciados. Acompanhe, ao longo deste post, como funciona e quais os benefícios do uso de dados na tomada de decisão. Vamos lá! Como funciona a decisão baseada em dados? A tomada de decisão é algo particular de cada gestor e funciona de diversos modos em cada empresa. Alguns negócios são geridos pelo famoso “eu acho”, enquanto outros, por instinto. Contudo, uma escolha errônea pode levar…

5 dicas essenciais para evitar riscos com ransomware

Dentre as diversas ameaças circulando na rede atualmente, os riscos com ransomware são alguns dos problemas mais prejudiciais para as empresas e, com isso, os prestadores de serviços de TI devem estar sempre atentos para evitar que seus clientes acabem vítimas desses ataques. Esse tipo de malware, além de muito prejudicial a empresa que teve suas máquinas infectadas, ainda pode levar a muitos prejuízos pelas dificuldades em recuperar os dados bloqueados. Sendo assim, reunimos algumas dicas muito importantes neste post para que você possa melhorar a proteção de seus clientes contra os ransomware e, dessa forma, evitar que suas máquinas sejam infectadas. Acompanhe a leitura! O ransomware Existem, hoje, diversos tipos de malwares com as mais diferentes maneiras de agir ou objetivos. Com a evolução da tecnologia, também surgiram muitas formas de ataques desenvolvidas por cibercriminosos, sendo uma delas o ransomware. Esse código malicioso tem como principal objetivo realizar o sequestro da máquina…

Saiba tudo sobre as diferenças entre Service Desk e Help Desk

Além das diferenças inquestionáveis entre um Help Desk e um Service Desk, é muito importante que um gestor e sua equipe reconheçam qual a função estratégica de cada um desses serviços na hora de executá-los. Enquanto o Help Desk é responsável por dar soluções para demandas diárias de menor complexidade, que afetam a rotina dos usuários, o Service Desk se encarrega de dar soluções para problemas complexos que demandam análises especializadas, instalações de equipamento e redes para melhorar a infraestrutura do cliente. Juntos, não somente garantem a qualidade dos serviços para o cliente, como também otimizam processos e reduzem seus custos de TI. Quer entender os fatores de sucesso desses dois serviços? Neste post, mostramos como diferenciá-los e as estratégias que fazem com que um complemente o outro no atendimento ao cliente. Acompanhe! Como funciona um Help Desk? O Help Desk é um dos serviços mais importantes para qualquer negócio. Oferecendo apoio aos usuários, ele garante que…

Entenda a tecnologia de antivírus gerenciado

Prestar serviços de TI eficientes e de boa qualidade tem sido um desafio constante para as empresas de terceirização de tecnologia. Entre as dificuldades está manter os softwares de proteção atualizados, e uma solução para isso pode estar na adoção de um antivírus gerenciado. Com o surgimento de ameaças no mercado de uma forma dinâmica, realizar manutenções e atualizações de forma presencial no seu cliente pode consumir boa parte do seu tempo e da sua equipe. Uma forma de garantir a proteção de todos os seus clientes de forma ágil e otimizada é por meio da adoção de um software de antivírus gerenciado. Neste post vamos falar um pouco mais sobre essa solução, suas vantagens e como encontrar uma boa alternativa no mercado. Confira! Saiba mais sobre a segurança da informação Estamos vivenciando um avanço de novas ameaças para a segurança da informação nas empresas, que com a transformação digital e a popularização…

Por que manter meus softwares atualizados?

Os computadores são compostos por duas partes: o software — conjunto de programas — e o hardware — constituído pelos componentes físicos. Como os softwares são os responsáveis por permitir a execução de tarefas específicas, comandando, assim, todo o funcionamento e a lógica dos computadores, é bem importante que eles estejam sempre atualizados, não é mesmo? De acordo com uma pesquisa da empresa de segurança F-Secure, 94% das pequenas e das médias empresas nem sempre cuidam da segurança dos softwares e acabam por colocar os negócios em risco ao deixá-los desatualizados. Apenas 59% das organizações disseram atualizar os softwares com certa frequência. Ainda segundo a pesquisa, 63% assumem ter os recursos necessários para realizar essas atualizações. Diante dessa realidade, como você, profissional de tecnologia da informação, deve atuar para convencer as empresas sobre a importância de investir em softwares atualizados e, ainda, como técnico de TI, ajudar para que os softwares de seus…

Qual a diferença entre outsourcing e serviços gerenciados de TI?

Muitas empresas têm tomado a decisão de terceirizar seu setor de tecnologia pelo fato de que não são especializadas nessa área e querem focar apenas no próprio negócio. Nesse momento, é comum uma confusão entre os termos outsourcing e serviços gerenciados de TI. Mesmo que possam parecer a mesma coisa — ou seja, o cliente firma um acordo e repassa as responsabilidades sobre seu setor de tecnologia para um terceiro —, na prática existem muitas diferenças entre essas duas metodologias de serviço. Para ajudar você a entender melhor como funciona cada uma delas e qual é o melhor modelo para implantar em sua empresa e atender seus clientes com qualidade, criamos este post. Confira a seguir. O que é outsourcing Outsourcing de TI é a terceirização de serviços e recursos de tecnologia em um modelo tradicional, chamado comumente de break-fix, isto é, você só realiza qualquer ação quando provocado, não há…